Certificação Pedagógica Especializada para formadores – eFormador

Descrição

Enquadramento

A revolução do digital tem produzido mudanças profundas na forma como comunicamos, trabalhamos, aprendemos, vivemos. Os impactos são visíveis em todas as facetas da nossa vida pessoal e profissional. A emergência do digital está criar novos desafios também no sistema educativo e formativo, sendo necessário um grande esforço de adaptação e de domínio, quer dos modelos pedagógicos – adaptados a novos meios e tecnologias – quer dos novos processos comunicacionais em contexto digital – seja através do conteúdo seja através das pessoas e das suas ligações.

Para responder às orientações da Portaria n.o 214/2011 de 30 de maio decorrentes do processo de revisão da legislação de enquadramento da atividade de formador, o Instituto de Emprego e Formação Profissional/Centro Nacional de Qualificações de Formadores- IEFP/CNQF, desenvolveu referenciais de Formação Pedagógica Contínua de Formadores à luz das novas perspetivas técnico-pedagógicas e fazendo uso das mais recentes investigações no domínio da formação, considerando a experiência adquirida, os constrangimentos observados e a evolução, entretanto, verificada ao nível do perfil de competências do formador. O Referencial para o e- formador constitui-se assim como o mais recente dos documentos orientadores da formação contínua de especialização para formadores publicados pelo IEFP/CNQF.

A conceção de Referenciais de Formação Pedagógica Contínua de Formadores, reconhecidos e certificados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissionais – IEFP, que atribuem uma Certificação de Competências Pedagógicas Especializadas- CCPE, “ contribui para a

normalização da formação, facilitadora da transparência na certificação e orientadora para os processos de reconhecimento e validação de competências no domínio da formação, dando assim um contributo significativo para a atualização e aperfeiçoamento das competências dos formadores para fazer face às exigências atuais e expectáveis dos contextos de exercício profissional. “ (Referencial e-formador, IEFP, 2018).

Este curso de Formação de e-formadores vem dar resposta à necessidade das entidades formadoras, dos formadores e dos formandos quanto à utilização do e-learning como uma forma alternativa à organização presencial da formação, mais adequada aos ritmos de vida da atualidade. Vem colmatar ainda as exigências de adaptabilidade dos intervenientes no processo formativo, às novas aptidões profissionais relacionadas com as competências tecnológicas e com a agenda digital, bem como, com as mudanças que estão a ocorrer no mundo do trabalho, da qualificação

O curso tem a duração de 60 horas, estruturado em 6 módulos de 10 horas cada.

146– Formação de professores e formadores nas áreas tecnológicas

Este programa é dirigido a formadores e/ou especialistas da formação (detentores do CCP), que pretendam adquirir o Certificado de Competências Pedagógicas de Especialização (CCPE) de e-formador que lhes permite desenvolver atividades formativas em ambiente online, com recurso a tecnologias e recursos digitais, tais como plataformas de aprendizagem, aplicações móveis e outros meios online ou offline que permitam a mediação, comunicação e interação com indivíduos ou grupos, a distância, com fins educativos/formativos, em contextos formais, não formais e informais.

No final do curso, os participantes deverão ter adquirido conhecimentos e desenvolvidas as seguintes competências:

  • Analisar os principais regulamentos e normativos aplicáveis à atividade do e-formador no contexto do Sistema Nacional de Qualificações;
  • Interpretar os princípios da formação a distância e das diferentes formas de organização;
  • Refletir acerca das potencialidades pedagógicas e didáticas das tecnologias digitais naeducação e formação;
  • Planear cursos e/ou unidades de formação online em função dos temas, dasnecessidades identificadas, das características dos destinatários e dos contextos deintervenção;
  • Definir e desenhar modelos pedagógicos e didáticos para cursos de tipo “colaborativo”e/ou de “autoformação” (aprendizagem individualizada), ou contemplando outras estratégias pedagógicas identificáveis e didaticamente adequadas às tecnologias utilizadas;
  • Estruturar, alojar e gerir cursos e/ou unidades de formação em plataformas digitais de aprendizagem;
  • Desenvolver e/ou adaptar conteúdos educativos com recursos a ferramentas de autor;
  • Desenhar estratégias e cenários de aprendizagem online em função da tipologia de cursos (“colaborativo”, “individualizado” ou outro);
  • Planear e implementar estratégias de dinamização de indivíduos e grupos de aprendizagem online;
  • Desenhar e implementar atividades para diferentes modelos de formação e design pedagógicos;
  • Definir e conceber sistemas de avaliação da aprendizagem e da formação online;
  • Conceber e avaliar instrumentos de apoio à aprendizagem dos formandos;
  • Avaliar criticamente o desempenho dos seus pares e do próprio.

Módulo 0 – Introdução ao e-learning e ao ambiente online

  • Conceitos e princípios do ensino a distância e da aprendizagem suportada em tecnologias digitais
  • Aprendizagem do uso da Plataforma, como formando e como formador
  • Plataformas de gestão da formação e plataformas orientadas para autoformação
  • Modalidades e formas de organização do ensino a distância
  • Papel do e-formador e do e-formando
  • Gestão do tempo e autonomia na aprendizagem
  • Práticas de formação profissional e empresariais

Módulo 1 – Design de cursos de formação online (10h)

  • Planeamento de curso/unidade formação (duração; tema; resultados de aprendizagem; no de formandos)
  • Modelo pedagógico (autoformação, moderada por e-formador, b-learning)
  • Plano de Conteúdos
  • Tipos de comunicação – síncrona e assíncrona, dentro do conteúdo, ou e-formadoratravés da plataforma
  • Avaliação (no conteúdo, fora do conteúdo)
  • Simulação – Ferramentas da plataforma para criação de cursos (modo de edição –títulos e descrições)
Módulo 2 – Avaliação da aprendizagem online (10h)
  • Tipos de Avaliação a distância (diagnóstica, formativa e sumativa)
  • Técnicas de Avaliação: observação e inquirição, medição
  • Estratégia de avaliação: avaliação por pares, autoavaliação, hétero avaliação
  • Ferramentas de avaliação: questionários, testes (escolha múltipla, verdadeiro-falso,questões abertas curtas e de desenvolvimento, e outros), trabalhos escritos, outros.
  • Utilização das Learning Analytics para avaliação da qualidade da formação
Módulo 3 – Dinamização da aprendizagem online (10h)
  • Estratégias e situações de aprendizagem online
  • Design de atividades: da mais simples à mais complexa, tempo para realização, tipo deatividade (individual, grupo), instruções e local para entrega, critérios de avaliação
  • Tipos de atividades/ferramentas: escrita de trabalho, templates, construção de trabalhocolaborativo em ferramentas wiki, diários, glossários, etc.
  • Avaliação de atividades de comunicação/interação: implicações dos modelos deinteração escolhidos
  • Ferramentas de comunicação síncrona e assíncrona do formador com os formandos(chat e fórum, integração com ferramentas externas: whatsapp, facebook)

Módulo 4 – Criação e utilização de e-conteúdos (10h)

  • e-Conteúdo – Temas e subtemas, visual (ler, ver, ouvir)
  • Reutilização de conteúdos educativos
  • Tempo do e-conteúdo, ritmo, sumário, unidades/lições (início, meio e fim – fechamentodo e-conteúdo)
  • Ferramentas da plataforma para criação de conteúdos educativos
  • Ferramentas externas para criação de conteúdos educativos (Ferramentas de autor)
  • Vantagens e inconvenientes do recurso a base de dados de conteúdos educativos
  • Estratégia de comunicação e de interação do conteúdo com o formando
  • Implementação e avaliação da qualidade dos conteúdos educativos
Módulo 5 – Criação e utilização de e-conteúdos (10h)
  • Dimensões e indicadores da qualidade num projeto formativo em e-learning
  • Dinamizar o curso/unidade de aprendizagem em simulação pedagógica comformandos/colegas
  • Análise e autoanálise do desempenho de e-formador em contexto simulado
  • Autoavaliação de resultados do curso de simulação testado

Abordagem baseada em projetos, ancorada no contexto de atuação dos participantes. Será sugerido a cada participante que desenvolva um projeto de intervenção formativa em e-learning ou b-learning.

  • Serão propostas atividades de pesquisa, sessões de discussão orientada e realização de exercícios práticos

Será desenvolvido em formato blended-learning, com uma sessão presencial inicial e uma final de 3 horas cada. As sessões de formação, síncrona (online) e assíncrona, decorrerão na plataforma Moodle de KS. O horário das sessões online será combinada com os participantes.

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Certificação Pedagógica Especializada para formadores – eFormador”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *